Dow Jones e Nasdaq fecham em leve alta; S&P recua

O mercado norte-americano de ações fechou com os principais índices em direções divergentes, o Dow Jones e o Nasdaq em leve alta e o S&P-500 em leve baixa. O Dow Jones fechou no nível mais alto desde 10 de agosto e o Nasdaq fechou em alta pelo sétimo pregão consecutivo, o que não acontecia desde o período até 14 de julho. Os indicadores divulgados nesta quinta-feira não mostraram uma direção clara: o número de pedidos de auxílio-desemprego caiu na semana passada, enquanto o índice de atividade do Fed de Filadélfia ficou no negativo pelo segundo mês consecutivo.

RENATO MARTINS, Agencia Estado

16 de setembro de 2010 | 18h03

Ações de empresas ligadas a insumo caíram, em meio a uma intensificação das críticas dos EUA à política cambial da China (Alcoa -1,57%). As do setor de tecnologia estavam entre as que mais subiram. Segundo Patrick Becker Jr., sócio da Becker Capital Management, "as ações do setor de tecnologia haviam levado uma surra no primeiro semestre e temos uma recuperação em andamento".

As ações da FedEx caíram 3,75%, depois de a empresa dizer que seu desempenho com operações internacionais deverá ser melhor do que nos EUA; a empresa também anunciou que deverá demitir 1.700 funcionários. As da Boeing recuaram 0,24%, depois de a empresa dizer que será necessária a contratação de 460 mil pilotos e de 600 mil mecânicos de manutenção de aviões nos próximos 20 anos.

No setor de tecnologia, as ações da Apple subiram 2,35%, na véspera do lançamento do iPad na China; as da Research in Motion, fabricante do Blackberry, que divulgaria resultados depois do fechamento, avançaram 2,13%. Outros destaques foram Cisco Systems (+1,53%), Intel (+1,34%) e Hewlett-Packard (+1,87%).

O índice Dow Jones fechou em alta de 22,10 pontos (0,21%), em 10.594,83 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 1,93 ponto (0,08%), em 2.303,25 pontos. O S&P-500 fechou em baixa de 0,41 ponto (0,04%), em 1.124,66 pontos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.