Dow Jones fecha em queda; Nasdaq sobe com a Apple

O mercado norte-americano de ações fechou com o índice Dow Jones em leve baixa e o Nasdaq em alta moderada. "O dia foi dominado pelos movimentos do petróleo. As pessoas estão ligadas no petróleo neste momento porque este é o único acontecimento a influenciar o mercado. As coisas vão mudar quando os informes de resultados das empresas começarem a sair", comentou Kevin Beadles, da Wedbush Morgan. O destaque do pregão foi Apple Computer, com alta de 8,3% e fechamento em nível recorde (US$ 92,57). A empresa anunciou que começará a vender em breve o iPhone, um celular com recursos de música e internet. As ações da Research in Motion, que fabrica o BlackBerry, com o qual o iPhone vai concorrer, caíram 7,9%. Ainda no setor de tecnologia, as ações da IBM subiram 1,2%, dando continuidade ao avanço de ontem. No setor de telecomunicações, as ações da Sprint Nextel caíram 11%, depois de a empresa rebaixar sua previsão de lucros para o ano. As ações da Alcoa, que divulgaria resultados depois do fechamento, subiram 0,12%. As ações da Exxon Mobil caíram 0,77%, em reação à baixa dos preços do petróleo. Índices O índice Dow Jones fechou em baixa de 6,89 pontos, ou 0,06%, em 12.416,60 pontos. A mínima foi em 12.369,17 pontos e a máxima em 12.466,43 pontos. O Nasdaq encerrou com ganho de 5,63 pontos, ou 0,23%, em 2.443,83 pontos, com mínima em 2.423,56 pontos e máxima em 2,449,87 pontos. O Standard & Poor's-500 recuou 0,73 ponto, ou 0,05%, para 1.412,11 pontos. O NYSE Composite caiu 17,22 pontos, ou 0,19%, para 9.023,90 pontos. O volume negociado na NYSE alcançou 1,766 bilhão de ações, de 1,613 bilhão ontem; 1.875 ações subiram, 1.446 caíram e 154 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 2,202 bilhões de ações negociadas, de 1,954 bilhão ontem, com 1.492 ações fechando em alta e 1.572 em queda. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.