Dow Jones inverte sinal e sobe 0,13%; Nasdaq cai 0,10%

O índice Dow Jones da Bolsa de Nova York reverteu as perdas do início do pregão, quando estava sob influência da forte queda nas bolsas da Ásia e da Europa, e operava em alta de 0,13%, às 12h30. A virada de rumo ocorreu apesar da divulgação de um dado mostrando desempenho mais fraco do que o esperado no setor de serviços nos EUA. O índice Nasdaq mantém-se em baixa, com perda de 0,10%. O Instituto para Gestão de Oferta (ISM, ex-NAPM) informou que seu índice de atividade do setor não industrial (de serviços) caiu de 59 para 54,3 em fevereiro. Os analistas previam uma deterioração mais amena da atividade do setor, para 57,5. Mesmo com o dado fraco, o dólar virou ante o iene e se valorizava 0,29%, a 116,03 ienes, após ter atingido a mínima de 115,15 ienes no início da manhã. Com a melhora do sinal no mercado acionário de Nova York, as vendas voltaram aos títulos do Tesouro norte-americano, projetando o juro do papel de 10 anos de prazo em 4,5096% ao ano. Na sexta-feira passada, as Bolsas norte-americanas fecharam em queda e o índice Dow Jones caiu 0,98%, acumulando queda de 4,22% na semana, o pior resultado semanal desde março de 2003. Os mercados acionários foram atingidos na semana passada pelo rali do iene ante o dólar, além das más notícias sobre a área de crédito imobiliário de maior risco ("subprime") nos Estados Unidos.

Agencia Estado,

05 de março de 2007 | 12h33

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.