Dow Jones sobe 0,12% e Nasdaq cai 0,02%

O índice Dow Jones da Bolsa de Nova York voltou a superar os 12 mil pontos no pregão desta manhã, mas não conseguia se manter firme acima desse patamar, com os investidores esmiuçando mais uma série de balanços divulgados pelas companhias norte-americanas. Mesmo sem encontrarem motivos significativos para interromper as compras, os investidores vêem evidências em diversos balanços sobre o esfriamento da expansão da economia norte-americana. Ao mesmo tempo, porém, várias companhias destacaram que seus resultados em mercados fora dos EUA se mantiveram firmes. Às 12h36 (de Brasília), o Dow Jones subia 0,12%, para os 12.006 pontos. O Nasdaq cedia 0,02%. Ontem, o Dow Jones cruzou os 12 mil pontos pela primeira vez na história e embora não tenha sustentado esse patamar até o fim do dia, o índice acumulou oito fechamentos em níveis recorde nos últimos 12 pregões. No pano de fundo, o contrato futuro do petróleo subia 0,43%, para US$ 57,90 por barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), diluindo a reação aos comentários do ministro do Petróleo da Arábia Saudita, Ali Naimi, de apoio ao corte de 1 milhão de barris ao dia na produção de petróleo proposto pela Opep. Os mercados acionários reagiram pouco aos dados macroeconômicos divulgados pela manhã que mostraram condições favoráveis para a economia norte-americana. Com informações da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.