Dow Jones sobe 0,93% e atinge maior nível em três anos

Nasdaq subiu 0,77%, para 2.847,54 pontos, ficando apenas 12 pontos abaixo do maior nível em 10 anos, enquanto o S&P-500 avançou 0,90%, para 1.347,24 pontos, maior patamar desde junho de 2008

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado ,

26 de abril de 2011 | 18h08

Os principais índices do mercado de ações dos EUA fecharam em alta, impulsionados pelos resultados financeiros divulgados por empresas do setor industrial e por dados que mostraram um aumento na confiança do consumidor norte-americano.

Segundo dados divulgados pelo Conference Board, o índice de confiança do consumidor dos EUA subiu para 65,4 em abril, de 63,8 em março, superando levemente a expectativa de analistas, que esperavam uma leitura de 65,0. Já o índice de preços das moradias da S&P Case-Shiller caiu 1,1% em fevereiro na comparação com um mês anterior, mas ficou em linha com as estimativas do mercado.

O Nasdaq subiu 21,66 pontos, ou 0,77%, para 2.847,54 pontos, ficando apenas 12 pontos abaixo do maior nível em 10 anos, enquanto o S&P-500 avançou 11,99 pontos, ou 0,90%, para 1.347,24 pontos, maior patamar desde junho de 2008.

O Dow Jones subiu 115,49 pontos, ou 0,93%, para 12.595,37 pontos, maior pontuação em três anos, puxado pelo avanço de componentes como a 3M, que fechou em alta de 1,93% depois de anunciar que seu lucro do primeiro trimestre cresceu 16% na comparação com igual período do ano anterior. A Coca-Cola caiu 1,20% mesmo depois de divulgar um aumento de 18% no lucro acumulado nos primeiros três meses deste ano.

Entre os destaques da sessão, a Ford fechou em alta de 0,77%, depois de divulgar seu maior lucro para o primeiro trimestre em 13 anos. A Cummins, que produz motores de caminhões, teve ganho de 7,57% após anunciar que seu lucro do primeiro trimestre mais que dobrou, impulsionado pelos mercados internacionais. "Apesar da fraca economia dos EUA, as empresas do segmento industrial e de manufatura estão fortes, beneficiadas pelas vendas externas", disse Barbara Marcin, gerente de carteiras de investimento do Gabelli Blue Chip Fund.

Para Maury Fertig, executivo-chefe de investimentos da Relative Value Partners, "ver as indústrias tão fortes é muito motivador. Elas são as entranhas da economia e deste país. Desse ponto de vista, isto é um incentivo em relação ao futuro."

A Delta Air Lines subiu 11% depois de anunciar um aumento no tráfego aéreo nos primeiros três meses de 2011, enquanto a United Parcel Service (UPS) avançou 0,90% depois de divulgar que seu lucro do primeiro trimestre cresceu 66%. A Amazon fechou em baixa de 1,68% e, depois do encerramento do pregão, anunciou um aumento de 38% na receita do primeiro trimestre, para US$ 9,86 bilhões, e um declínio de 33% no lucro do período, para US$ 201 milhões. As ações da companhia caíam 0,71% no after hours. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.