Dow Jones supera 12 mil pontos logo após abertura

A ausência de surpresas no índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de setembro ajudou o índice Dow Jones da Bolsa de Nova York a superar os 12 mil pontos hoje, logo após o início do pregão. O Dow Jones havia fechado ontem em 11.950,02 pontos. Ontem, o núcleo acima do previsto do índice de preços ao produtor (PPI) desestabilizou o mercado e levou os índices acionários para baixo. Os ganhos de hoje devem ser incentivados também pelo inesperado crescimento no número das construções iniciadas em setembro nos EUA e pelos resultados positivos apresentados ontem pelas gigantes de tecnologia Intel e IBM. Depois do fechamento hoje, saem os resultados da Apple, da eBay e da Advanced Micro Devices (AMD), o que pode causar alguma ansiedade e estragar uma provável comemoração do CPI benigno. O petróleo também pode provocar tensão, já que os ministros da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), que já começam a chegar ao Catar para o encontro de amanhã, podem começar a oferecer melhor indicação do que pensam a respeito do comentado corte de 1 milhão de barris na produção diária do grupo. Também saem os estoques norte-americanos, cuja variação pode trazer volatilidade aos preços da commodity no mercado futuro. No pré-mercado, as ações do J.P. Morgan caíram 0,2%, apesar de a terceira maior instituição financeira dos EUA ter informado elevação de 32% em seu lucro no terceiro trimestre. Os investidores não gostaram dos resultados nas operações de cartão de crédito e no varejo. As ações da Intel, que enfrenta acirrada disputa da AMD, subiram mais de 1% e as da IBM operaram em alta de 4,4% no pré-mercado. As informações são das agências internacionais. Às 10h42, o índice Dow Jones subia 0,80% a 12.045 pontos. O índice Nasdaq avançava 0,66% a 2.360 pontos.

Agencia Estado,

18 de outubro de 2006 | 10h43

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.