Eletrobrás empresta R$ 181 mi à Chesf para investimentos no Nordeste

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) receberá R$ 181,7 milhões da Eletrobrás para investimentos no sistema de transmissão do Nordeste, informou hoje a companhia por meio de nota à imprensa. O acordo foi homologado em reunião do conselho de administração da empresa nordestina realizada no último sábado (17), em Campina Grande, na Paraíba.Além de linhas de transmissão, serão construídas ou reformadas subestações em todo o Nordeste, a fim de aumentar a confiabilidade do Sistema Interligado Nacional (SIN). O empréstimo à Chesf faz parte dos investimentos programados pelo grupo para 2006, num total de R$ 5 bilhões.Dos R$ 181,7 milhões, R$ 40 milhões serão investidos numa segunda linha de transmissão entre Milagres (CE) e Curemas (PB), de 230 kV, com 120 quilômetros de extensão. Hoje apenas uma linha liga esses pontos. Uma segunda linha dará maior confiabilidade ao sistema, especialmente ao Ceará.As obras da linha Milagres-Curema começarão assim que for concedida a licença de instalação por parte do Ibama. A empresa nordestina tem hoje mais de 18 mil quilômetros de linhas de transmissão e 94 subestações.A reunião do conselho da Chesf em Campina Grande foi a primeira a ser realizada fora da sede da empresa, em Recife, ou da sede da Eletrobrás, em Brasília. Nela estiveram presentes a presidente do conselho e diretora de Administração da Eletrobrás, Aracilba Alves da Rocha, e o presidente da Chesf, Dilton da Conti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.