Em sessão de volume baixo, Ibovespa sobe 0,42%

Alta de hoje trouxe o Ibovespa de volta ao positivo no acumulado do mês e do ano, de 0,18%

Claudia Violante, da Agência Estado,

24 de janeiro de 2011 | 18h29

Depois de alguma oscilação no período da manhã, o índice Bovespa passou a tarde praticamente parado, registrando pequena alta. A agenda fraca e o noticiário morno, além do feriado do aniversário de São Paulo, amanhã (a Bolsa não funcionará), fizeram com que os investidores evitassem tomar posições. O destaque foi a ação da OGX, que liderou o giro individual e operou com queda firme.

O Ibovespa terminou o dia em alta de 0,42%, aos 69.426,57 pontos. Na mínima, registrou 68.786 pontos (-0,50%) e, na máxima, atingiu 69.513 pontos (+0,55%). A alta de hoje trouxe o Ibovespa de volta ao positivo no acumulado do mês e do ano, de 0,18%. O giro totalizou R$ 3,989 bilhões. Os dados são preliminares.

Os papéis ON da OGX lideraram as perdas do Ibovespa, com queda de 3,30%, e movimentaram R$ 515,842 milhões. Os especialistas apontaram algumas razões para a baixa, mas nenhuma causa específica. Uma delas foi a insatisfação com os resultados da empresa e a saída de um diretor do grupo EBX, levantando a possibilidade de novas trocas. Hoje, no entanto, a companhia anunciou uma boa notícia: a identificação da presença de hidrocarbonetos no poço OGX-28D, no bloco BM-C-41, em águas rasas da Bacia de Campos, no qual a OGX detém 100% de participação.

Ainda no setor petrolífero, Petrobrás ON subiu 0,47% e a PN caiu 0,18%. Vale ON avançou 0,68% e Vale PNA, 0,44%.

Embora a agenda tenha sido esvaziada hoje, ela reserva dados fortes para a semana, com destaque para o encontro do Federal Reserve (Fed, banco central americano, que na quarta-feira anuncia sua decisão de política monetária), a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, na quinta - mesmo dia em que o presidente dos EUA, Barack Obama, discursa - e o PIB norte-americano do quarto trimestre de 2010, na sexta.

Nos EUA, as notícias corporativas se destacaram e as bolsas subiam, às 18h18, 0,69% o Dow Jones, 0,39% o S&P-500 e 0,94% o Nasdaq.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsaBovespaaçõesPetrobrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.