Embratel tem prejuízo de R$ 324,2 milhões no 3º trimestre

A empresa de telecomunicações Embratel registrou prejuízo de R$ 324,2 milhões no terceiro trimestre de 2006, ante lucro líquido de R$ 54,3 milhões em igual intervalo do ano passado. A receita líquida da companhia teve crescimento de 10,2%, para R$ 2,063 bilhões. A receita de voz caiu 1,6%, para R$ 1,170 bilhão. O ganho com comunicação de dados teve evolução de 27,0% e atingiu R$ 570,9 milhões. Os serviços locais de telefonia contribuíram com R$ 242,7 milhões, após aumento de 47%.Os custos operacionais da empresa aumentaram 11,6% na comparação anual, para R$ 1,115 bilhão. As despesas de vendas somaram R$ 269 milhões, após alta de 9,8%, e as gerais e administrativas totalizaram 403,6 milhões, com ampliação de 147,1%. Essa conta foi afetada por uma perda de R$ 269,7 milhões, registrada na linha "outros", e mais R$ 314,2 milhões, também contabilizada como "outra despesa operacional". Esses itens referem-se às provisões anunciadas pela operadora na semana passada.O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) da Embratel, afetado pelas despesas extraordinárias, ficou negativo em R$ 39,6 milhões, o equivalente a uma margem negativa de 1,9%. No terceiro trimestre de 2005, a geração operacional de caixa da companhia foi de R$ 470,8 milhões - margem de 25,1%. O resultado operacional também ficou no terreno negativo, com prejuízo de R$ 348 milhões, frente ao lucro de R$ 204,3 milhões. As despesas financeiras líquidas foram reduzidas em 26,1% e totalizaram R$ 103,2 milhões. A empresa registrou efeito positivo na linha do imposto de renda (IR) e contribuição social (CSLL) de R$ 98,9 milhões entre julho e setembro. Ao final do trimestre, o patrimônio líquido da operadora estava em R$ 7,301 bilhões.Nos nove primeiros meses do ano, a companhia registrou prejuízo líquido de R$ 64,7 milhões, ante lucro de R$ 191,1 milhões. Todos os dados são consolidados.

Agencia Estado,

25 de outubro de 2006 | 08h13

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.