Emprego e varejo nos EUA concentram atenções do mercado

São Paulo, 3 de outubro - Apenas dois indicadores têm divulgação prevista para hoje nos Estados Unidos: um de demissões em grandes empresas e outro com o desempenho do comércio varejista. Assim, são eles que têm potencial de influenciar o mercado. Além dos indicadores, o mercado pode prestar atenção na fala de um presidente do Federal Reserve (banco central dos EUA). Ele discursa, contudo, apenas após o fechamento dos mercados. No Brasil, não está previsto nenhum indicador para hoje. A tendência do mercado deve ser, portanto, continuar de olho na eleição presidencial e no movimento dos mercados norte-americanos. EUA/Demissões - A Challenger Gray & Christmas divulga às 8h30 (horário de Brasília) o indicador de demissões feitas por grandes empresas norte-americanas em setembro. EUA/Varejo - Às 9h55 (horário de Brasília), a Instinet divulga a pesquisa semanal LJR Redbook, com o desempenho do comércio varejista na semana até 30 de setembro. EUA/Discurso - O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de Kansas City, Thomas Hoenig, fala sobre as perspectivas da economia norte-americana às 22h45 (horário de Brasília), durante evento em Albuquerque (Novo México).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.