Encomendas de jatos executivos da Embraer somam US$ 1,25 bi

A carteira de pedidos firmes de jatos executivos da Embraer somava US$ 1,25 bilhão em 30 de junho, informou a empresa durante entrevista à imprensa no 45º salão aeronáutico internacional de Farnborough, no Reino Unido. O portfólio de jatos executivos da Embraer inclui o Legacy 600 (avião da categoria super mid-size), o Phenom 100 e o Phenom 300 (jatos very light e light) e o recém-lançado Lineage 1000 (aeronave da categoria ultra-large).O presidente do conselho e diretor-presidente da Embraer, Maurício Botelho, diz em nota que desde o anúncio dos jatos Phenom 100 e Phenom 300, há pouco mais de um ano, foram contabilizadas mais de 235 ordens firmes. O Legacy 600 foi lançado em 2000 no salão aeronáutico de Farnborough e as primeiras entregas ocorreram no ano seguinte. Em 2004, 13 jatos Legacy 600 foram entregues; em 2005, 20. Em 2006 e 2007, a previsão é entregar entre 25 e 30 aeronaves em cada ano. A participação de mercado da Embraer na categoria super mid-size aumentou de 12% em 2004 para 13% em 2005 e hoje atinge 13,5%, com 76 aeronaves entregues a clientes em 18 países.As entregas do Phenom 100 começam em meados de 2008, com a previsão de entregar de 15 a 20 unidades até o final do ano. Em 2009, quando as entregas do Phenom 300 começarão no início do segundo semestre, a produção total estimada dos jatos Phenom 100 e Phenom 300 deverá atingir entre 120 e 150 unidades.A entrega de até dois jatos Lineage 1000 é esperada para a segunda metade de 2008, primeiro ano de produção da aeronave. No ano seguinte, planeja-se entregar de três a quatro aviões Lineage 1000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.