"Ernesto" é rebaixado e petróleo encerra em queda forte

Os futuros de petróleo fecharam em queda na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) e na Bolsa Intercontinental (ICE, de Londres). Segundo operadores, o mercado reagiu ao rebaixamento do furacão Ernesto à categoria de tempestade tropical. Embora as previsões sejam de que Ernesto voltará a ganhar força na noite de terça-feira ou na manhã de quarta, ele agora está se dirigindo para a Flórida, e não mais para a região produtora de petróleo do Golfo do México. Os volumes, porém, foram reduzidos. Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para outubro fecharam a US$ 70,61 por barril, em queda de US$ 1,90; a mínima foi em US$ 70,15 e a máxima em US$ 72,20. Na ICE, os contratos do petróleo Brent para outubro fecharam a US$ 70,82, em queda de US$ 1,88, com mínima em US$ 70,44 e máxima em US$ 72,47. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

28 de agosto de 2006 | 17h59

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.