Esperança em Bernanke faz Bolsa de NY fechar em alta

Expectativa é que presidente do Federal Reserve anuncie novas medidas de estímulo à economia

Renato Martins, da Agência Estado,

20 de julho de 2010 | 18h19

O mercado norte-americano de ações fechou em alta, revertendo as baixas da manhã. As Bolsas abriram em queda, em reação ao componente de receita dos informes de resultados de IBM, Texas Instruments e Goldman Sachs. O índice Dow Jones chegou a cair quase 150 pontos. Operadores atribuíram a mudança de direção à expectativa de que o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, anuncie novas medidas de estímulo à economia ao depor no Congresso amanhã.

"Temos visto informes de resultados positivos, mas anunciados junto com a mensagem de que o crescimento da receita, no ambiente atual, foi muito mais difícil do que os analistas previam. Há um limite para os cortes de custos que as empresas podem fazer para melhorar seus lucros", observou Jim Baird, sócio e estrategista-chefe da Plante Moran Financial Advisors.

Entre as empresas que divulgaram balanços, os destaques foram IBM (-2,50%), Johnson & Johnson (-1,66%), Goldman Sachs (+2,22%), Texas Instruments (-3,05%), Zions Bancorp (-8,92%), PepsiCo (+4,32%), Whirlpool (-2,91%), Harley-Davidson (+13,64%), State Street (+5,84%) e UAL/United Ailrines (+4,82%). Entre as ações de empresas que divulgariam resultados depois do fechamento, os destaques foram Yahoo! (+0,66%) e Apple (+2,57%).

O índice Dow Jones fechou em alta de 75,53 pontos (0,74%), em 10.229,96 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 24,26 pontos (1,10%), em 2.222,49 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 12,23 pontos (1,14%), em 1.083,48 pontos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaqFedBen Bernanke

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.