Estrangeiro retira R$ 329,636 mi da Bolsa

Saldo acumulado no ano está negativo em R$ 6,947 milhões

Eulina de Oliveira, da Agência Estado,

20 de abril de 2010 | 13h50

Os investidores estrangeiros retiraram R$ 329,636 milhões da Bolsa de Valores de São Paulo

(Bovespa) na última sexta-feira, dia 16. Naquele pregão, o índice Bovespa (Ibovespa) encerrou em baixa de 1,56%, aos 69.421,35 pontos, com giro de R$ 7,697 bilhões. Aquele dia foi pautado por uma onda de aversão a risco depois que a Securities and Exchange Comission (SEC, a comissão norte-americana que lida com valores mobiliários) acusou o Goldman Sachs de fraude. Os investidores trataram de vender commodities e ações para se refugiar nos títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries).

 

Com a fuga de recursos estrangeiros na sexta-feira, o saldo de capital externo na Bovespa no acumulado de 2010 voltou a ficar negativo em R$ 6,947 milhões, após dez pregões em terreno positivo. Além disso, o superávit de investimento estrangeiro na bolsa em abril, até o dia 16, foi reduzido para R$ 196,623 milhões, resultante de compras de R$ 22,161 bilhões e vendas de R$ 21,964 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.