Estrangeiros ficam com 65,23% da oferta de 42,5 milhões de ações da BrMalls

Segundo grupo com maior participação na oferta  foi o dos fundos de investimentos, que ficaram com 14,12% das ações 

Eulina Oliveira, da Agência Estado ,

25 de maio de 2011 | 16h51

Os investidores estrangeiros ficaram com 65,23% da oferta pública primária de 42,5 milhões de ações ordinárias da BrMalls Participações, que movimentou R$ 731 milhões. O preço por ação da oferta foi definido em R$ 17,20.

O segundo grupo com maior participação na oferta da BrMalls foi o dos fundos de investimentos, que ficaram com 14,12% das ações. Entidades de previdência privada vêm em terceiro lugar, com 8,45% dos papéis. Operações com derivativos no exterior envolveram 5,98% das ações, enquanto pessoas físicas ficaram com 5,63%.

A operação previa a emissão inicial de 34 milhões de ações. Além do lote principal, a empresa registrou o suplementar e também parte do adicional. A liquidação da operação ocorreu no dia 16 de maio. O Itaú BBA foi o coordenador líder da oferta, e atuou ao lado de BTG Pactual, Goldman Sachs e Bradesco BBI.

A BrMalls pretende usar os recursos captados na aquisição de participação em shoppings centers.

Tudo o que sabemos sobre:
BrMallsaçõesestrangeirosfundos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.