Estratégia da Vale impulsionou ganhos dos fundos FGTS

A estratégia de crescimento da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) rendeu bons ganhos para os trabalhadores que aplicaram parte do saldo de suas contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) em ações da mineradora brasileira. Desde março de 2002, quando o governo pulverizou sua participação na empresa, os fundos FGTS Vale acumulam uma rentabilidade de 465%, mais do que o dobro a valorização registrada no mesmo período pelo principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, o Ibovespa (186%). Anualmente, o dinheiro depositado no FGTS rende 3% ao ano, acrescida da variação da TR no período.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.