Euro avança com esperanças de ajuda à Espanha

Medida abriria o caminho para o BCE retomar as compras de títulos soberanos do país

SERGIO CALDAS, Agencia Estado

21 de setembro de 2012 | 09h13

O euro se recupera parcialmente nesta sexta-feira em meio a notícias de que a Espanha se prepara para receber um pacote de resgate integral da União Europeia, o que pode ajudar a conter a crise da zona do euro.

Depois de recuar de seu maior nível em quatro meses, atingido na segunda-feira, quando a moeda única europeia chegou a US$ 1,3172, o euro voltou a subir nesta sexta-feira acima de US$ 1,30, sustentado por compras na Ásia e no Oriente Médio, segundo traders.

Já a libra chegou a operar acima de US$ 1,63 pela primeira vez desde abril, enquanto o dólar perdia terreno em relação ao dólar australiano.

Os participantes de mercado têm esperanças de que a Espanha peça oficialmente um programa de ajuda no curto prazo, o que abriria o caminho para o Banco Central Europeu (BCE) retomar as compras de títulos soberanos do país, limitando os custos de financiamento de Madri.

Segundo reportagem do Financial Times, autoridades da UE estão trabalhando nos bastidores na preparação de um novo pacote de ajuda financeira à Espanha, que incluiria compras de bônus espanhóis pelo BCE. De acordo com o jornal britânico, o programa econômico deverá ser anunciado na próxima quinta-feira (27).

Às 8h48 (de Brasília), o euro subia para US$ 1,2986, de US$ 1,2968 no fim da tarde de ontem em Nova York, e avançava para 101,53 ienes, de 101,46 ienes. O dólar operava em 78,18 ienes, ante 78,23 ienes ontem. A libra subia para US$ 1,6265, de US$ 1,6217. O índice do dólar Wall Street Journal, que acompanha o dólar em relação a uma cesta de moedas, estava em 69,2, ante 69,437. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadoeuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.