Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Euro bate no US$ 1,305, menor valor desde 13 de janeiro

Desvalorização veio na esteira de notícias sobre postura radical da Alemanha em relação à expansão do Mecanismo Europeu de Estabilidade

Álvaro Campos, da Agência Estado,

13 de dezembro de 2011 | 14h34

A crise da dívida na Europa voltou aos holofotes hoje, derrubando o euro para o menor nível em quase um ano em relação ao dólar, após um relato indicando que a Alemanha permanece radicalmente contra a expansão do Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM, na sigla em inglês).

O euro tocou hoje US$ 1,3057, seu menor nível desde 13 de janeiro. Às 14h20 (pelo horário de Brasília), a moeda comum europeia estava cotada a US$ 1,3081. O euro também atingiu o menor nível em dois meses ante a moeda japonesa, a 101,7450 ienes. No mesmo horário, o euro estava em 101,93 ienes. A aversão ao risco favorece o dólar. O índice ICE Dollar, que pesa a moeda norte-americana ante uma cesta de seis principais rivais, avançava 0,57%, a 79,99 pontos, o maior nível desde 4 de outubro.

Uma matéria divulgada pela agência Reuters, citando fontes da coalizão de governo da Alemanha, afirma que a chanceler Angela Merkel reiterou sua oposição à elevação da capacidade de empréstimo do ESM, estabelecida em 500 bilhões de euros. O fundo de resgate permanente deve entrar em vigor em julho do ano que vem, substituindo a Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês).

Como os volumes de negociação nos mercados de câmbio estão baixos, com os investidores cautelosos antes da decisão de política monetária do Federal Reserve dos EUA, as oscilações podem ser exacerbadas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
euroEuropaAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.