Euro cai ante dólar e renova mínima em dois anos

O euro renovou na terça-feira sua mínima em dois anos ante o dólar, em uma sessão em que investidores buscaram ativos de risco mais baixo em meio a temores de que a Espanha venha a precisar de um resgate financeiro abrangente e que a Grécia não atinja metas impostas por seus credores. Foi a quinta sessão consecutiva de queda do euro ante o dólar.

RICARDO GOZZI, Agencia Estado

24 de julho de 2012 | 19h08

A agência de classificação de risco de crédito Moody rebaixou, na segunda-feira, de estável para negativa a perspectiva dos ratings da Alemanha, da Holanda e de Luxemburgo. Ao justificar a mudança de perspectiva, a Moody''s mencionou um aumento da probabilidade de esses países se virem obrigados a arcar com grande parte dos resgates à Espanha e à Itália com temores de que isso sobrecarregue ainda mais as finanças da região.

Ao longo do dia, indicadores ruins sobre as indústrias dos Estados Unidos e da zona do euro pressionaram mais ainda o euro. Mais tarde, a venda da moeda comum acelerou-se depois de a agência de notícias Reuters ter citado fontes europeias para informar que a Grécia não cumpriria a meta de redução da dívida e precisaria de uma nova reestruturação.

Com isso, o euro chegou a cair a US$ 1,2042, nível mais baixo desde junho de 2010 antes de se recuperar um pouco no fim da tarde. Ao longo da última semana, o euro já caiu 2% ante o dólar, renovando em diversas ocasiões sua cotação mais baixa em dois anos.

"A integridade do euro está sendo questionada", disse Richard Franulovich, estrategista de câmbio da Westpac Banking Corp. "A capacidade das autoridades de superarem a crise está cada vez mais em dúvida", comentou.

A sessão também registrou a quinta alta consecutiva do iene e os investidores acompanham de perto os comunicados do Banco do Japão (BoJ, banco central do país) em busca de sinais de intervenção, em um momento no qual a moeda japonesa continua a se apreciar.

No fim da tarde, em Nova York, o euro era negociado a US$ 1,2061, de US$ 1,2117 na véspera, e estável a 1,2010 por franco suíço. O iene estava cotado a 78,21 por dólar, de 78,40 ienes por dólar na última sessão, e a 94,31 por euro, de 94,98 ienes por euro na segunda-feira. A libra estava em US$ 1,5505, de US$ 1,5508. O dólar estava em 0,9958 franco suíço, de 0,9912 franco no pregão anterior. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
câmbioeurodólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.