Euro cai antes de decisões de política monetária

O clima no mercado é de relativa tranquilidade antes de reuniões do Fomc, BCE e BoE

Sergio Caldas, da Agência Estado,

30 de julho de 2012 | 09h25

O euro opera em baixa nesta segunda-feira, depois de atingir seu maior nível em três semanas na última sexta-feira. O clima no mercado, no entanto, é de relativa tranquilidade antes das decisões de política monetária nos EUA e Europa, segundo analistas.

A moeda única europeia chegou a bater mais cedo a mínima de US$ 1,2238, apesar de um comunicado conjunto da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e do primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, divulgado no sábado, em que os dois prometeram fazer tudo para proteger a zona do euro e evitar o aumento do yield (retorno ao investidor) dos títulos soberanos da Espanha.

Na semana passada, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, também prometeu fazer "o que fosse necessário" para salvar o euro.

Nesta semana, os investidores acompanharão de perto os anúncios sobre juros do Federal Reserve, o BC dos EUA, na quarta-feira, e do BCE e Banco da Inglaterra, na quinta-feira.

Para Adam Myers, estrategista sênior de mercado do Crédit Agricole em Londres, os mercados de câmbio estão em modo de espera antes da reunião do BCE.

"O mercado, no entanto, sempre espera muito do BCE, e a instituição raramente corresponde, então, estou atento para ver se o Draghi anuncia mais compras de bônus, levando-se em conta que o Ministério das Finanças alemão que teria de comparecer com dinheiro para apoiar um novo programa e isso é algo que eles não querem", disse Myers.

Além da decisão do Fed, outro evento de destaque nos EUA esta semana é a divulgação do relatório de desemprego, prevista para sexta-feira.

Enquanto isso, o dólar da Austrália e Nova Zelândia atingiu hoje novos recordes de alta em relação ao euro.

Às 9h17 (de Brasília), o euro caía para US$ 1,2241, de US$ 1,2322 no fim da tarde de sexta, e para 95,72 ienes, de 96,69 ienes, enquanto o dólar caía para 78,19 ienes, de 78,44 ienes. A libra recuava para US$ 1,5700, de US$ 1,5748 ontem. O Wall Street Journal Dollar Index, que mede a moeda norte-americana frente a uma cesta de divisas internacionais, operava a 71,778, de 71,666. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadoeuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.