Euro cai após membro do BCE mencionar taxa negativa

O euro recuou ante o dólar após Benoît Coeuré, membro do conselho executivo do Banco Central Europeu (BCE), declarar à agência de notícias Reuters que considera "com bastante seriedade" a adoção de uma taxa negativa para depósitos bancários.

AE, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2014 | 20h33

Coeuré completou que "não é de se esperar muito disso", mas mesmo assim logo após a publicação da entrevista o euro oscilou para US$ 1,3564, de US$ 1,3639 momentos antes. Durante o dia o euro trilhou um caminho de leve recuperação das perdas.

Uma taxa negativa puniria os bancos por manterem os fundos em excesso no banco central em vez de emprestar os recursos à economia real. Essa política provavelmente enfraqueceria o euro ao injetar mais dinheiro no sistema e reduzir os incentivos a manter ativos na moeda.

Robert Lynch, estrategista de câmbio no HSBC, afirmou que os comentários de Coeuré pressionaram o euro porque fizeram menção a algumas medidas de alívio, mas alertou que nada deve mudar no cenário do BCE. "Os efeitos à frente no euro não devem ser tão significativos", disse.

Já a libra ganhou força após o Relatório Trimestral de Inflação do Reino Unido sinalizar uma inflação benigna e prever que a economia britânica irá crescer a um ritmo muito mais forte do que projetado anteriormente.

No fechamento em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,3595, de US$ 1,3636 no fim da tarde de terça-feira; o iene estava cotado a 102,53 por dólar, de 102,60 por dólar. Frente à moeda japonesa, o euro estava cotado a 139,32 ienes, de 139,95 ienes no fim da tarde de segunda-feira. O franco suíço estava cotado a 0,9004 por dólar, de 0,8982 por dólar, e a 1,2240 por euro, de 1,2248 por euro. A libra estava cotada a US$ 1,6594, de US$ 1,6448. O dólar australiano estava cotado a US$ 0,9027, de US$ 0,8317 no fim da tarde de terça-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Mundocâmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.