Euro cai, pressionado por falas de autoridades do BCE

O euro caiu diante do dólar nesta terça-feira, 24, afetado pela perspectiva de que o Banco Central Europeu (BCE) está considerando relançar as operações de refinanciamento de longo prazo (LTRO, na sigla em inglês).

Agencia Estado

24 de setembro de 2013 | 19h00

Em um discurso em Viena, Ewald Nowotny, que é membro do conselho do BCE, confirmou que o uso das LTROs está em discussão dentro da instituição, o que pressionou o euro. A moeda única encerrou o dia em queda a US$ 1,3472, em comparação com US$ 1,3493 no fim da tarde da véspera.

Em depoimento ao Parlamento Europeu na segunda-feira, 23, Mario Draghi, presidente do BCE, abriu as portas para a expansão da linha de empréstimos de longo prazo para os bancos, sugerindo que as autoridades estão dispostas a considerar medidas de estímulo adicionais para manter as taxas de juros baixas e proteger a nascente recuperação econômica da zona do euro.

Juros baixos, porém, provavelmente terão efeito negativo para o euro, já que dá aos investidores que buscam alto rendimento menos razões para comprar a moeda, comentou Valentin Marinov, estrategista do Citi. "Se o BCE continuar fortalecendo a mensagem da LTRO, isso pode ampliar os riscos negativos para o euro frente a moedas de retorno mais alto", afirmou.

A pesquisa que mostrou que o índice IFO de sentimento das empresas da Alemanha atingiu a máxima em um ano e meio em agosto foi insuficiente para desfazer essas preocupações em torno da moeda única europeia.

No fim da tarde em Nova York, o dólar caía para 98,74 ienes, de 98,83 ienes no fim da tarde da véspera, enquanto o euro recuava para 133,04 ienes, de 133,32 ienes, e a libra tinha queda para US$ 1,6006, de US$ 1,6042. O índice do dólar medido pelo Wall Street Journal estava em 72,974, em comparação com 72,853 na segunda-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
moedas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.