Euro continua trajetória de queda

O euro continuou a se enfraquecer frente às principais moedas nesta quarta-feira, um dia após autoridades do Banco Central Europeu (BCE) expressarem apoio a medidas mais drásticas para evitar uma deflação na zona do euro.

Agencia Estado

26 de março de 2014 | 18h38

A inflação no bloco está bem abaixo da meta de 2% da autoridade monetária. Cresce a pressão para que o banco central corte os juros - para o terreno negativo em alguns casos - ou introduza um grande programa de compras de ativos em sua reunião de abril para combater a queda nos preços.

Segundo autoridades do BCE, qualquer depreciação do euro seria aceitável. "A Europa está se expressando mais contra a apreciação do euro, o que derrubou a moeda das altas recentes", disse Joe Manimbo, analista da Western Union. "Se não vermos uma estabilização dos preços na zona do euro, isso aumentará a já elevada pressão sobre o BCE para agir."

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,3784, de US$ 1,3828 ontem; o iene estava cotado a 102,04 por dólar, de 102,28 por dólar ontem. Frente à moeda japonesa, o euro estava cotado a 140,62 ienes, de 141,40 ienes ontem. O franco suíço estava cotado a 0,8854 por dólar, de 0,8832 por dólar ontem, e a 1,2200 por euro, de 1,2208 por euro ontem. A libra estava cotada a US$ 1,6580, de US$ 1,6532 ontem. O dólar australiano estava cotado a 0,9224 por dólar, de 0,9166 por dólar ontem. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
moedasmundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.