Euro de lado, devolvendo ganho após leilão da Grécia

Às 11h50, euro operava em US$ 1,3466, de US$ 1,3469 ontem no fim da tarde em Nova York

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

20 de abril de 2010 | 12h06

O euro opera praticamente de lado frente ao dólar, devolvendo os ganhos obtidos após o leilão bem-sucedido feito pela Grécia de títulos de curto prazo. A desaceleração aconteceu em meio a uma aumento das preocupações com a dívida soberana dos países da zona do euro.

 

Às 11h50 (de Brasília), o euro operava em US$ 1,3466, de US$ 1,3469 ontem no fim da tarde em Nova York. O dólar subia para 93,09 ienes, de 92,38 ienes ontem.

 

O dólar canadense, por sua vez, subiu forte contra o dólar norte-americano, chegando mais uma vez à paridade, após o Banco do Canadá sinalizar aperto em breve da política monetária, tendo por base a melhora da economia do país.

 

Após o anúncio do resultado do leilão grego esta manhã, o euro subiu até US$ 1,3523. A Grécia vendeu 1,95 bilhão de euros em papéis de três meses com rendimento de 4%. A taxa é bastante superior aos 1,67% do leilão de mesmo vencimento realizado em janeiro.

 

Mas o euro recuou das máximas com investidores céticos quanto às perspectivas de financiamento do país no longo prazo e ainda com dúvidas quanto ao pacote de ajuda financeira que a União Europeia e o FMI preparam.

 

Na Suécia, o banco central manteve a taxa de juro inalterada em 0,25% como era esperado, mas a instituição indicou que as taxas devem retomar níveis considerados mais próximos do normal no verão ou no início do outono (no Hemisfério Norte).

 

O dólar australiano subiu depois de que o banco central divulgar a ata de sua mais recente reunião de política monetária, também sugerindo alta futura do juro.

 

A libra esterlina, entretanto, foi sustentada pela divulgação de alta de 3,4% da taxa de inflação no Reino Unido em março, após alta de 3% em fevereiro. A elevação superou a previsão dos economistas e provocou especulação de que o Banco da Inglaterra pode apertar sua política monetária no final deste ano. A libra esterlina subia para US$ 1,53527, de US$ 1,5316 ontem. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
eurodólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.