Euro se valoriza com negócio de US$ 32 bi na Europa

O dólar é negociado em baixa hoje nas transações fechadas na Europa, com os fundos de hedge ajudando a apagar os ganhos da moeda norte-americana no início do dia. As vendas ajudaram o euro a superar o nível de US$ 1,255, com a moeda sendo cotada a US$ 1,2568, valorização de 0,53%, às 10 horas. A divisa européia reagia à notícia de venda da Arcelor para a Mittal Steel, por cerca de US$ 32 bilhões. Segundo operadores, o fluxo de investimento direto estrangeiro gerado pelo negócio representava o maior fluxo individual pró-euro desde a venda da alemã Mannesmann pela Vodaphone. O dólar, no entanto, iniciou a manhã favorecido pelas perdas em alguns mercados emergentes na sexta-feira, já que a aversão a riscos continuou a pautar os negócios, levando os investidores para ativos mais seguros. Um dos mercados mais afetados na sexta-feira foi o da Turquia. O Banco Central foi forçado a elevar a taxa básica de juros em 2,25 pontos percentuais, para 17,25%, em encontro emergencial realizado ontem. O intuito da elevação foi conter a depreciação acentuada da lira turca. Desde o início de maio até sexta-feira, a lira turca acumulou uma perda de 23% perante o dólar, apesar de o BC ter elevado em outra reunião emergencial em 7 de junho os juros básicos em 1,75 ponto percentual. Ante o iene, o dólar cedia 0,21%, a 116,23 ienes. O próximo foco do mercado será o dado de vendas de imóveis novos em maio nos EUA, com divulgação às 11 horas. A previsão dos analistas é de queda de 4% das vendas. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

26 de junho de 2006 | 10h04

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.