Euro sobe ante dólar e iene, mas receio com EUA pesa

Confiança do consumidor norte-americano foi a mais baixa desde fevereiro

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

27 de julho de 2010 | 18h34

O euro avançou em relação ao dólar e ao iene, impulsionado pela diminuição dos receios com a economia europeia, mas fechou relativamente distante da máxima de onze semanas registrada mais cedo, com os ganhos limitados por dados que mostraram uma deterioração na confiança dos consumidores norte-americanos.

 

O índice de confiança do consumidor dos EUA medido pelo Conference Board caiu para 50,4 em julho, de 54,3 em junho. A leitura deste mês foi a mais baixa desde os 46,4 alcançados em fevereiro e fez ressurgir a preocupação com o fato de o desemprego no país estar exercendo uma pressão negativa sobre o consumo, um dos principais motores da economia norte-americana. "O verão da miséria para o consumidor dos EUA continua", disse David Semmens, economista do Standard Chartered Bank em Nova York.

 

Esse receio mitigou parte do apetite por risco gerado anteriormente com a divulgação de dados que mostraram um aumento na confiança dos consumidores alemães e pelos resultados corporativos que, em sua maioria, superaram as previsões de analistas.

 

Segundo Nick Parsons, diretor mundial de estratégia de câmbio do National Australia Bank, "o foco do euro nos últimos quatro meses foram os receios com as dívidas soberanas (europeias). O que foi deixado de lado foram os benefícios reais proporcionados ao norte da Europa pela fraqueza no câmbio". Isso, segundo ele, torna as exportações da zona do euro menos caras.

 

No final da tarde, o euro - que tocou uma máxima intraday de US$ 1,3047 - subia para US$ 1,3006, de US$ 1,2997 na segunda-feira, e avançava para 114,37 ienes, de 112,91 ienes ontem. O dólar tinha alta para 87,97 ienes, de 86,89 ienes na segunda-feira, e subia para 1,0600 franco suíço, de 1,0485 franco suíço ontem. A libra avançava para US$ 1,5590, de US$ 1,5485 na terça-feira, beneficiada por dados que mostraram a melhor leitura para as vendas no varejo do país nos últimos três anos.

 

O índice ICE Dollar, que monitora o valor da divisa em relação a uma cesta de moedas, registrava aumento para 82,138, de 82,022. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
dólareurolibraiene

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.