Euro sobe com especulação sobre suporte do BCE

Às 11h08, o euro subia para US$ 1,2330, pouco depois de atingir as máximas intraday, em comparação com US$ 1,2209 no fim da tarde de ontem

Danielle Chaves, da Agência Estado,

19 de maio de 2010 | 11h14

O euro se recuperou e opera em alta com ajuda das especulações do mercado sobre a

possibilidade de as autoridades europeias estarem preparando uma resposta para o rápido declínio da moeda. Certos rumores sugerem que o Banco Central Europeu (BCE) poderá tomar medidas para tentar frear o declínio do euro. O BCE não quis comentar o assunto.

 

"Há certos rumores nos mercados de que o BCE fará uma coletiva de imprensa hoje", disse Amelia Bourdeau, estrategista do UBS. "O BCE não se importa com um euro mais baixo. Eles apenas não querem que isso aconteça em dois dias, uma semana ou 12 horas", disse Brian Dolan.

 

Os investidores aguardam qualquer notícia sobre questões relacionadas à crise de dívida soberana da zona do euro e mais clareza sobre a proibição da Alemanha a investimentos especulativos. As incertezas provocaram volatilidade nos mercados.

 

Às 11h08 (de Brasília), o euro subia para US$ 1,2330, pouco depois de atingir as máximas intraday, em comparação com US$ 1,2209 no fim da tarde de ontem. O dólar recuava para 91,47 ienes, de 92,34 ienes ontem, e subia para 1,1501 franco suíço, de 1,1470 franco, enquanto a libra avançava para US$ 1,4366, de US$ 1,4328 ontem. O índice do dólar estava em 86,799, de 87,124.

 

Mais cedo o euro havia atingido novas mínimas dos últimos quatro anos, a US$ 1,2134, enquanto aumentava o receio de que a crise de dívida europeia possa ser agravada pela proibição da Alemanha a investimentos especulativos.

 

O euro subiu para cerca de 1,4190 franco suíço, do nível de 1,4000 franco. O Banco Nacional da Suíça (SNB) não quis comentar as especulações sobre uma possível intervenção no mercado de câmbio. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
eurodólarlibraBCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.