Euro sobe com pedido forma de ajuda da Grécia

Após recuar no início do dia para menor nível desde abril de 2009, moeda é cotada a US$ 1,3363

Marcílio Souza, da Agência Estado,

23 de abril de 2010 | 12h01

Depois de atingir na madrugada o menor nível perante o dólar desde abril do ano passado, de US$ 1,3201, o euro opera em alta, ajudado pelo pedido formal de ajuda financeira feito pela Grécia ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e à União Europeia. Às 12h, (de Brasília), o euro era cotado a US$ 1,3363, de US$ 1,3311 do final da tarde de ontem em Nova York.

 

Estrategistas dizem que a moeda europeia deve passar por um modesto rali de alívio, já que o pedido de ajuda feito pela Grécia tira um pouco da pressão de uma situação que vinha se tornando cada vez mais difícil nos últimos dias. Mas, quando questões estruturais e maiores - como as perspectivas de crescimento baixo e os gastos elevados - voltarem ao foco, o euro pode ter dificuldades, dizem analistas.

 

Além disso, "o simples fato de os gregos terem pedido ajuda não significa que eles irão recebê-la", disse o estrategista de câmbio Geoffrey Yu, do UBS em Londres. Por volta do meio dia, a primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, disse que um plano de reestruturação "crível" e medidas para manter o euro estável são precondições para a concessão de qualquer ajuda à Grécia.

 

O dólar, enquanto isso, atingiu a máxima em duas semanas perante o iene, após as vendas de imóveis residenciais novos nos EUA terem disparado 26,9% em março, muito mais do que a alta de 5,5% prevista por analistas. Às 12h, o dólar valia 94,20 ienes, de 93,56 ienes do final da tarde de ontem.

 

Outro fator que teria ajudado a divisa norte-americana foi uma reportagem da rede de televisão CNBC informando que cresce o apoio dentro do Fed à venda de ativos de curto prazo, na tentativa de enxugar o balanço do banco. As vendas de ativos seriam vistas como um aperto da política monetária ultra flexível adotada pelo Fed para combater a crise, e seriam favoráveis ao dólar. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
moedadólareuroiene

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.