Euro sobe e dólar cai ante o iene

Às 10h45 (de Brasília), o euro subia para US$ 1,2941, de US$ 1,2918 no fim da tarde de sexta-feira, enquanto o dólar recuava para 87,13 ienes, de 87,45 ienes

Danielle Chaves, da Agência Estado,

26 de julho de 2010 | 10h37

O euro opera em alta diante do dólar, com certo suporte dos resultados dos testes de estresse dos bancos europeus divulgados na sexta-feira, já que os investidores ficaram aliviados porque os testes não revelaram nenhuma calamidade. O dólar apresenta queda diante do iene, enquanto a libra opera em alta.

 

Embora suba nesta manhã, logo após os resultados dos testes de estresse o euro teve pouca reação. "É um pouco surpreendente que o euro não tenha se movido fortemente em alguma direção depois dos resultados dos testes", afirmou Nick Bennenbroek, chefe de estratégia para câmbio do Wells Fargo, em Nova York. "O que estamos vendo hoje é que o mercado ainda está digerindo os resultados dos testes", acrescentou.

 

Nos EUA, a semana será repleta de balanços corporativos e indicadores econômicos. Até o final da semana, cerca de dois terços dos componentes do índice S&P 500 terão revelado seus resultados trimestrais. No campo macroeconômico, a semana terá o Livro Bege do Federal Reserve, na quarta-feira, e a revisão do PIB do pais no segundo trimestre deste ano.

As expectativas com esses números não ajudam o dólar hoje, segundo Bennenbroek.

 

Às 10h45 (de Brasília), o euro subia para US$ 1,2941, de US$ 1,2918 no fim da tarde de sexta-feira, enquanto o dólar recuava para 87,13 ienes, de 87,45 ienes, e a libra avançava para US$ 1,5493, de US$ 1,5432. O índice do dólar estava em 82,314, de 82,475. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.