Europa sobe com recuperação de ações de bancos

Índice de bancos Stoxx Europe 600 subiu 3,7%

Cynthia Decloedt, da Agência Estado ,

20 de julho de 2011 | 15h32

As bolsas europeias fecharam em alta forte, liderada por recuperação dos bancos e ganhos entre as ações da BP e de papéis de tecnologia, puxados pelo balanço favorável da norte-americana Apple. Em Londres, o índice FT-100 fechou em alta de 63,83 pontos (1,10%), aos 5.853,82 pontos; enquanto em Frankfurt, o índice Xetra-DAX terminou a sessão com valorização de 27,52 pontos (0,38%), aos 7.220,19 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 fechou em alta de 59,65 pontos (1,61%), aos 3.754,60 pontos.

Em Milão, o índice FTSE-MIB subiu 554,64 pontos (3,04%) e terminou o dia a 18.784,11 pontos; em Madri, o índice IBEX-35 fechou com ganho de 273,50 pontos (2,90%), aos 9.717,30 pontos. O índice PSI-20, da Bolsa de Lisboa, encerrou o pregão em alta de 139,72 pontos (2,10%), aos 6.804,52 pontos. Na contramão, a Bolsa de Atenas fechou com o índice ASE em queda de 3,39 pontos (0,29%), aos 1.184,35 pontos.

As ações dos bancos avançaram diante de sinais de que o impasse sobre o teto da dívida norte-americana está próximo de ser resolvido, após o presidente dos EUA, Barack Obama, ter elogiado um plano apresentado por um grupo bipartidário de seis congressistas para reduzir a dívida do país.

O índice de bancos Stoxx Europe 600 subiu 3,7%. As ações do Société Générale saltaram 5,1% em Paris e as do Banca Popolare di Milano dispararam 7% em Milão. Em Londres, as ações do Barclays avançaram 5,2%, os do Lloyds Banking subiram 4,1% e as do Royal Bank of Scotland somaram 3,1%. Em Frankfurt, as ações do Deutsche Bank fecharam com ganho de 3,4% e as do Commerzbank subiram 6,3%.

As ações da BP fecharam em alta de 2,5% em Londres, com especulações de que a petroleira pode receber um pagamento da Anadarko Petroleum, parceira da empresa na plataforma de petróleo Deepwater Horizon, relacionado à explosão e vazamento de petróleo no Golfo do México no ano passado.

Tecnologia

O índice de tecnologia do Stoxx Europe subiu 0,8%, puxado pelo balanço positivo de ontem da Apple. A desenvolvedora de chips ARM Holdings subiu 4,9% em Londres, refletindo o anúncio da Apple de que suas vendas mais que dobraram no terceiro trimestre fiscal e aumento nas projeções de receita com o iPhone, que tem chips desenhados pela ARM. As ações da fabricante de telefones móveis Nokia avançaram 4,8% antes da divulgação do balanço do segundo trimestre amanhã.

Em Paris, as ações da EADS saltaram 3,6%, com a notícia de que a AMR, controladora da American Airlines, irá adquirir 460 novas aeronaves da Boeing e da Airbus, que é controlada pele EADS. Paralelamente, o Goldman Sachs disse estar otimista com o balanço da EADS do segundo trimestre, que ainda será divulgado.

Em Madri, o setor financeiro esteve em foco, com a estreia das ações do Bankia na bolsa. As ações fecharam no nível do IPO, a 3,75 euros, depois de terem caído 6,4% nos primeiros minutos de negociação. Na Bolsa de Milão, os papéis da Fiat subiram 5,2%, depois de o Goldman Sachs dar início a cobertura da ação com uma recomendação de compra. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsaEuroparecuperaçãobancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.