Executiva da Pepsi é a mais poderosa

A indiana Indra Nooyi, que assumiu em agosto o cargo de presidente-executiva da PepsiCo, foi eleita pela revista Fortune a executiva mais poderosa dos EUA. No ano passado, ela ocupava a 11ª posição da lista. Indra desbancou a presidente-executiva do site eBay, que havia ocupado o topo do ranking nos dois anos anteriores, e que este ano caiu para o terceiro lugar. Criada em 1998, a lista leva em conta, além do tamanho da empresa em que trabalha, a trajetória profissional e a importância cultural e social da executiva.A segunda colocada no ranking da Fortune deste ano é a presidente-executiva e do conselho de administração da Xerox, Anne Mulcahy - repetindo a posição do ano passado. A quarta colocada é Pat Woertz, da empresa agrícola Archer Daniels Midland (ADM). No ano passado, ainda como executiva da gigante petrolífera Chevron, Pat ocupava a sexta posição no ranking. A também recém-nomeada presidente da Kraft Foods, Irene Rosenfeld, é a quinta na lista - era apenas a 27ª colocada em 2005.Surpreendentemente, as executivas mais bem pagas estão fora do ranking das 50 mais poderosas. Safra Catz, da Oracle, com ganhos de US$ 26 milhões em 2005, lidera esse ranking, seguida por Susan Decker, do Yahoo, com US$ 24,3 milhões, e Suzanne Nora Johnson, do Goldman Sachs, com US$ 23,1 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.