Expectativa de ganhos do HSBC faz HK fechar em alta

A Bolsa de Hong Kong fechou em alta nesta quarta-feira, pela terceira sessão seguida, estimulada pela expectativa de bons resultados do HSBC, que divulga seu lucro do primeiro semestre na próxima semana. O índice Hang Seng subiu 0,2%. A perspectiva de que o Banco da China possa instituir mais medidas de controle macroeconômico fez com que os principais índices da bolsa chinesa fechassem em direções opostas hoje. O Xangai Composto teve alta de 0,07%, enquanto o Shenzhen Composto encerrou o dia em queda de 0,09%. Grande parte dos analistas acredita que o governo irá aumentar a taxa básica de juros até o final do ano, depois do anúncio do aumento do depósito compulsório de 15 bancos, a partir de 15 de agosto. O yuan subiu e no fim do dia o dólar caiu para 7,9860 no sistema automático de preços, de 7,9871 de terça-feira. O Taiwan Weighted caiu ligeiramente nesta quarta-feira em razão da cautela dos investidores sobre a perspectiva de resultados de empresas de tecnologia no terceiro trimestre. O principal índice da Bolsa de Taiwan caiu 0,2%. Embora algumas empresas locais do setor já tenham publicado seus resultados do segundo trimestre e a previsão para o período seguinte, os investidores esperam os resultados de outras companhias para montar um panorama para o terceiro trimestre. Na Bolsa sul-coreana, o índice Kospi encerrou o dia praticamente estável, em queda de 0,1%, com realização de lucros de papéis dos setores de tecnologia e de seguros, seguindo os ganhos registrados ontem. A boa recepção dos investidores à última venda de títulos do governo impulsionou o índice PSE Composto, da Bolsa de Manila, que encerrou o dia em alta de 1%. Segundo analistas, a forte demanda pelos títulos é uma clara manifestação da confiança do investidor nos fundamentos do país. O S&P/ASX 200, de Sydney, caiu 1,1%, depois da surpreendente alta do Índice de Preços ao Consumidor no segundo trimestre, que registrou aumento de 1,6% na comparação com o período anterior. O mercado esperava um avanço de 1%. No ano, o índice já subiu 4%. Na bolsa de Kuala Lumpur (Malásia), o índice composto das principais ações teve alta de 0,7% e, em Cingapura, o Strait Times fechou praticamente estável, mas em queda de 0,05%. (As informações são da Dow Jones)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.