Família vende 4,99% das ações do BES com desconto de 30% para quitar empréstimo

As ações foram entregues para o pagamento de um empréstimo contraído com o banco japonês Nomura

Fernando Nakagawa, correspondente, Agência Estado

14 de julho de 2014 | 15h37

A família Espírito Santo se desfez de 4,99% do capital do Banco Espírito Santo (BES) nesta segunda-feira, 14, com um desconto de quase 30% sobre o preço de fechamento da sexta-feira, 11. A informação foi divulgada hoje em fato relevante da Espírito Santo Financial Group (ESFG), holding que representa os negócios financeiros da família e entregou as ações para pagar um empréstimo bancário.

De acordo com o comunicado, a ESFG negociou 281,2 milhões de papéis - o equivalente a 4,99% do capital do BES - por 0,34 euro por ação. O valor representa desconto de 29,3% em relação ao fechamento de sexta-feira ou 23,6% ante o valor de encerramento desta segunda. Hoje, a ação encerrou o dia a 0,445 euro.

Segundo o grupo português, a venda, que somou valor de cerca de 95 milhões de euros foi fechada exclusivamente no mercado de balcão. Portanto, a negociação não foi realizada no pregão eletrônico, onde são determinados os preços dos papéis conforme ofertas de compra e venda.

Segundo a imprensa local, as ações foram entregues para o pagamento de um empréstimo contraído com o banco japonês Nomura. Com a venda, o grupo português ficou com posição remanescente de 20,1% do capital do BES, sendo que 20% "devem ser mantidos para fins de troca de bônus emitidos pela ESFG em novembro de 2013", segundo outro fato relevante. Ou seja, a família passa a ter liberdade para negociar apenas 0,1% do capital do BES, já que a parcela restante está comprometida como garantia em outra operação financeira.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco Espírito Santo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.