Fibria vende US$ 750 milhões em bônus de 10 anos

Demanda teria se aproximado de US$ 4 bilhões, de acordo com fontes

Regina Cardeal, da Agência Estado,

29 de abril de 2010 | 18h46

A Fibria Celulose SA captou US$ 750 milhões com um bônus de dez anos, oferecendo aos investidores yield (retorno) de 7,625%, segundo uma fonte próxima à transação. Os coordenadores da emissão, Bank of America Merrill Lynch e Santander, receberam demanda de quase US$ 4 bilhões, de acordo com a fonte. O preço de emissão foi de 99,136% do valor de face e o cupom (juro nominal) ficou em 7,5%. O spread é de 389,1 pontos-base sobre os Treasuries.

A venda sob a norma 144a dos EUA foi realizada pelo braço financeiro da empresa, Fibria Overseas Finance Ltd. A Fibria planeja usar os recursos para financiar dívida existente e propósitos corporativos em geral. A venda também deve permitir que a Fibria melhore o perfil do vencimento da dívida e sua flexibilidade financeira, informou a empresa em comunicado na semana passada.

A Fibria foi formada no ano passado pela fusão entre a Votorantim Celulose e Papel SA e a Aracruz Celulose SA. Os bônus têm rating Ba1 da Moody's e BB da Standard & Poor's e Fitch. As informações são da Dow Jones.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.