Financiamento imobiliário fica mais rápido no Itaú

A maior concorrência no setor imobiliário deve favorecer quem vende seu imóvel aceitando financiamento. O banco Itaú anunciou que reduziu, desde o dia 1º de junho, o prazo para concessão de financiamento imobiliário na cidade de São Paulo. O banco se propõe a realizar em 15 dias corridos todo o processo de contratação de um financiamento. Segundo a instituição, trata-se do menor prazo do mercado brasileiro.A agilidade se estende também à liberação dos recursos. Recebido o contrato de financiamento do imóvel assinado pelas partes envolvidas, em cinco dias corridos o valor financiado será depositado na conta do vendedor do imóvel, incluindo o montante referente ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) utilizado pelo comprador.De acordo com o Itaú, o objetivo da mudança é atender às solicitações daqueles que contratavam o financiamento imobiliário. Devido ao envolvimento de várias instituições (cartórios, Caixa Econômica Federal), o processo de contratação tinha prazo médio de 45 dias para ser efetivado no País.Para permitir que a liberação dos recursos ocorra em cinco dias, o Itaú inclui no financiamento as despesas adicionais referentes ao Imposto de Transferência de Bens Imóveis (ITBI) e ao registro de contrato em cartório.Os prazos fixados são válidos a partir da entrega de toda a documentação solicitada e para casos sem restrições do imóvel e sem limitações de ordem pessoal do comprador ou vendedor, o qual deverá ser necessariamente pessoa física.O Itaú oferece linhas de financiamento imobiliário com prestações fixas (com taxas únicas ou decrescentes) ou pela carteira hipotecária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.