Fitch atribui rating BBB+ à emissão de debêntures da Rodobens

Serão 300 títulos, com valor nominal unitário de R$ 1 milhão e vencimento em 60 meses

Agência Estado,

16 de junho de 2010 | 18h48

A agência de classificação de risco Fitch Ratings atribuiu rating nacional de longo prazo BBB+(bra) à primeira emissão de debêntures da Rodobens Negócios Imobiliários, no valor de R$ 300 milhões, em série única. Serão 300 debêntures, com valor nominal unitário de R$ 1 milhão, com vencimento em 60 meses contados da data de emissão. Os pagamentos de juros ocorrerão semestralmente, a partir de 1º de dezembro de 2010, e as amortizações de principal também acontecerão a cada seis meses, após um período de carência de três anos, sendo o primeiro pagamento em 1º de junho de 2013.

 

Hoje, a Fitch também atribuiu à Rodobens rating nacional de longo prazo BBB(bra) e perspectiva estável. Segundo a agência, a classificação se deve à capacidade da empresa de pagamento pontual e integral do principal, corrigido pela taxa referencial (TR) e por juros acumulados à taxa máxima de 10,3% ao ano, até o vencimento final da operação, em junho de 2015.

 

Os recursos da emissão, lembra a Fitch, serão utilizados exclusivamente para o financiamento de até 90% do custo de produção de unidades imobiliárias com valor de comercialização inferior ao valor máximo permitido para financiamento pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), atualmente de R$ 500 mil. A Rodobens poderá apresentar novos projetos até o 36º mês da operação, desde que as obras sejam concluídas até o 54º mês, o que permite tempo hábil para que as unidades sejam repassadas a outras entidades financiadoras, gerando caixa suficiente para a amortização das

debêntures.

 

A agência destaca ainda que as debêntures serão garantidas por cessão fiduciária dos recebíveis gerados pelas obras financiadas, equivalente a, no mínimo, 110% do saldo liberado da emissão; cessão fiduciária das contas vinculadas à operação; e alienação fiduciária sobre 100% das cotas das Sociedades de Propósito Específico (SPEs) em que serão desenvolvidos os projetos.

Tudo o que sabemos sobre:
debênturesRodobensFitch

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.