Fitch eleva expectativa de expansão do PIB brasileiro para 7%

No relatório de abril, agência havia estimado crescimento de 5,5%

Danielle Chaves, da Agência Estado,

28 de julho de 2010 | 13h05

A Fitch elevou a expectativa de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil neste ano para 7% em seu relatório Perspectivas Econômicas Globais de julho de 2010. No relatório de abril, a Fitch havia estimado crescimento de 5,5% na economia brasileira.

 

A agência de classificação de risco afirmou que as "expectativas macroeconômicas nos mercados emergentes permanecem favoráveis para emissores corporativos". "Expectativas favoráveis para corporações de mercados emergentes poderão ser temperadas pela evolução dos preços das commodities, bem como pelas taxas de crescimento nos mercados em desenvolvimento", disse a Fitch.

 

As estimativas para a expansão do PIB da Rússia e da Índia neste ano também foram elevadas, respectivamente, para 5% e 8,5%, de 4,5% e 8%. A projeção para o crescimento da economia da China neste ano foi mantida em 9,3%.

 

A Fitch informou que na sua carteira de corporações de mercados emergentes a proporção de ratings com perspectiva "estável" aumentou para 81% no fim de junho, em comparação com 77% no fim de março e de 61% no fim do segundo trimestre do ano passado. Por regiões, 86% das corporações da América Latina e 81% da Ásia têm perspectiva "estável", enquanto na Europa Central, no Leste Europeu e no Oriente Médio/África a proporção é de 75%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FitchBrasilPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.