Fluxo cambial é negativo US$ 2,3 bi em março, informa BC

Saída é liderada pela conta financeira, com aplicações em Bolsa e renda fixa, investimento produtivo e remessas de lucros 

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

24 de março de 2010 | 13h09

A saída de dólares do Brasil teve aceleração na terceira semana de março. Dados divulgados pelo Banco Central mostram que o País perdeu US$ 803 milhões entre os dias 15 e 19 de março. Com esse desempenho, o fluxo cambial acumulado no mês registra saída líquida de US$ 2,345 bilhões até a última sexta-feira, dia 19.

 

A fuga de dólares é liderada pelo movimento da conta financeira, onde são registradas as transferência de recursos para a compra e venda de ações e títulos de renda fixa, investimento produtivo e remessas de lucros, entre outras transações. Na terceira semana do mês, essa conta teve saída líquida de US$ 1,939 bilhão, resultado de remessas de US$ 5,994 bilhões e ingressos de US$ 4,055 bilhões. No acumulado de março até o dia 19, o fluxo cambial amarga resultado negativo de US$ 3,181 bilhões.

 

A saída de dólares foi parcialmente compensada pelo movimento gerado pelo comércio exterior. Na semana, as exportações superaram as importações em US$ 1,136 bilhão. Segundo o BC, foram fechados contratos de câmbio para exportações no total de US$ 3,591 bilhões e importações de US$ 2,454 bilhões. No acumulado das três primeiras semanas de março, o fluxo comercial acumula ingresso liquido de US$ 837 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
câmbiodólarfluxoBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.