Ford revisa números do 2ºtrimestre e prejuízo dobra

A Ford revisou seus números de segundo trimestre e o prejuízo anteriormente anunciado mais que dobrou: de US$ 123 milhões (US$ 0,07 por ação) para US$ 254 (US$ 0,14 por ação). De acordo com a montadora, a piora nos números deve-se, em parte, a uma despesa maior com o programa de redução de custos de aposentadoria. A Ford agora também prevê que a sua unidade Premier Auto Group, que inclui Jaguar, Volvo, Aston Martin e Land Rover, registrará prejuízo neste ano. Antes, a expectativa era que a unidade alcançasse o ponto de equilíbrio em 2006. A companhia também estima que a despesa com o programa de redução dos custos de aposentadoria será de US$ 1,2 bilhão, e não de US$ 1 bilhão, como previamente anunciado, de acordo com documentação enviada à Securities and Exchange Comission (SEC, a CVM norte-americana). A Ford estima "itens especiais para todo o ano de 2006" em US$ 3,8 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

02 de agosto de 2006 | 19h25

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.