Funcionários da Reduc mantêm greve após reuniões no TRT

A greve dos oito mil funcionários que trabalham nas obras de modernização e ampliação da Refinaria de Duque de Caxias (Reduc) continua hoje, segundo informou a assessoria de imprensa dos sindicatos patronais ligados à categoria. Ontem e hoje tanto os representantes das empresas quanto dos trabalhadores tiveram reuniões no Tribunal Regional do Trabalho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, mas a negociação continua em impasse. Os trabalhadores reivindicam reajustes que vão de 50% a até 400%. As empresas já concordaram em repassar um reajuste de 7,5%, mas a proposta não foi aceita. Hoje, as empresas disponibilizaram ônibus para que os funcionários retornassem ao trabalho, mas apenas uma pequena parte da categoria suspendeu a paralisação, segundo as empresas de construção pesada. As atividades da refinaria, segundo a Petrobras, estão normais, mas as empresas contratadas para a realização das obras alegam que a greve pode prejudicar o cronograma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.