Fusão da CSN com Wheeling deve ser aprovada em 2007

O diretor executivo de relações internacionais da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Isaac Popoutchi, disse que a empresa espera a aprovação da fusão com a americana Wheeling-Pittsburgh no início de 2007, possivelmente já no mês de janeiro. Segundo explicou hoje o executivo, após reunião no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o processo está em fase de análise dos acionistas. A CSN, segundo ele, deverá desembolsar US$ 225 milhões - um empréstimo à Wheeling-Pittsburgh, lastreado em debêntures conversíveis em ações - como parte do negócio, que resultará inicialmente em 49,5% de participação da CSN na siderúrgica americana.Com o negócio, a empresa produzirá placas no Brasil que serão laminadas nos Estados Unidos, ampliando sua participação no mercado americano, vendendo produtos de maior valor agregado. Popoutchi disse também que a CSN está avaliando negócios semelhantes na Europa. "Já vendemos para a Europa e Estados Unidos e o processo de expansão da CSN prevê a sua internacionalização", afirmou.

Agencia Estado,

25 de setembro de 2006 | 16h11

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.