Gafisa anuncia lançamentos consolidados de R$ 413,8 mi

Prévia operacional divulgada há pouco à CVM tem volume que representa 41,3% do ponto médio da meta para o ano

LUANA PAVANI, Agência Estado

18 de julho de 2014 | 10h17

A Gafisa anuncia lançamentos consolidados no segundo trimestre de R$ 413,8 milhões, alta de 66% sobre o mesmo período de 2013. Quanto ao Valor Geral de Vendas no trimestre, Gafisa foi responsável por 76,1% dos lançamentos e Tenda por 23,9%.

Em documento de prévia operacional divulgado há pouco à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa afirma que o volume lançado no primeiro semestre representa 41,3% do ponto médio da meta (guidance) para o ano, no intervalo de R$ 2,1 bilhões a R$ 2,5 bilhões.

As vendas contratadas somaram R$ 433,0 milhões, crescimento de 12,0% sobre o segundo trimestre de 2013. "Nesse período, as vendas de lançamentos do

ano representaram 37% do total, enquanto vendas de estoque foram responsáveis pelos 63% restantes", diz a empresa.

As vendas consolidadas sobre oferta (VSO) ficaram estáveis em 12,6% na mesma comparação, porém maior que o indicador de 7,5% anotado no primeiro trimestre deste. Ainda de acordo com a Gafisa, a velocidade de vendas dos lançamentos no segundo trimestre atingiu 25,8% e no semestre, 22,9%.

Os projetos entregues no trimestre somaram 19, ou R$ 678,2 milhões, com 3.689 unidades, das quais 1.504 Gafisa e 2.185 Tenda. Nos últimos doze meses, foram entregues 62 projetos/fases e 12.573 unidades, representando R$ 2,7 bilhões, segundo o documento.

O estoque encerrou junho em R$ 3 bilhões a valor de mercado, aumento de 2,10% sobre o primeiro trimestre, dos quais Gafisa representa 77%. "Dentro do total de vendas verificado nesse 2T14, cerca de 63% está relacionado às unidades remanescentes, representando R$ 135,0 milhões em Gafisa e R$ 139,4 milhões em Tenda", explica a companhia.

Tudo o que sabemos sobre:
lançamentosGafisa2trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.