Gastos com consumo dos EUA podem confirmar queda na ameaça de inflação

São Paulo, 30 de junho - O mercado, que respira de maneira mais tranqüila, após o comunicado do Fed, que sinalizou que o ciclo de aperto monetário nos Estados Unidos pode estar próximo do fim, terá hoje mais um indicador que poderá sinalizar que realmente a alta dos juros no país pode ser interrompida. O destaque são os dados de renda pessoal e gastos com consumo em maio, acompanhados do índice de preços dos gastos com consumo, o chamado PCE, do mês passado. No Brasil, não há previsão de nenhum indicador. EUA/Renda pessoal - O Departamento do Comércio dos Estados Unidos divulga, às 9h30, os dados de renda pessoal e gastos com consumo em maio, acompanhados do índice de preços dos gastos com consumo (PCE) de maio ( em abril, a renda cresceu 0,5% e os gastos aumentaram 0,6%). EUA/Michigan - A Universidade de Michigan divulga, às 10h45, o índice de sentimento do consumidor final de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.