Gerdau conclui até início de 2007 plano para nova expansão da Açominas

A Gerdau deve concluir entre o final de 2006 e início de 2007 os estudos para um novo projeto de ampliação da Gerdau Açominas, em Ouro Branco (MG), para 6,5 milhões de toneladas de aço por ano. De acordo com o vice- presidente da empresa, Luiz André Rico Vicente, os estudos estão agora na fase de engenharia básica e têm assessoria da JFE. O executivo explica que, quando foi concebida, a Açominas foi projetada para comportar uma produção de até 10 milhões de toneladas, uma capacidade que está sendo estudada pela empresa, mas no longo prazo. ?Temos que pensar no mínimo cinco a seis anos na frente, já que o processo todo é longo?, explica ele. De acordo com o presidente da Gerdau, Jorge Gerdau Johannpeter, uma nova expansão da produção de placas para 3 milhões de toneladas faz parte dessa nova etapa de expansão. O executivo explica que a empresa tem que ter uma visão de longo prazo permanentemente e lembra que novas expansões físicas exigem também investimentos em logística para recebimento de matéria-prima como carvão e minério, além do escoamento dos produtos fabricados no local. ?As decisões de investimento sempre levam em conta a manutenção da rentabilidade ao investidos?, complementou o executivo.O presidente da Gerdau garantiu ainda que continuam os estudos para investir em uma planta na China e revela que será de aços especiais. ?A decisão pelo investimento, no entanto, vai depender do que esses estudos indicam e também da construção de uma potencial parceria societária?, afirmou ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.