GM aumenta em 40% a produção na Argentina

A General Motors Argentina vai aumentar a produção de sua fábrica de Rosário em 40%, o que criará 400 novos empregos. Para o presidente da montadora e titular da Adefa (Associação de Fábricas de Automotores da Argentina), Felipe Rovera, a decisão foi tomada diante "do crescimento constante do mercado interno e das exportações". Segundo ele, o acordo automotivo assinado com o Brasil também "ampliou o horizonte" para elevar a produção. A decisão da montadora foi comunicada ao presidente Néstor Kirchner durante audiência no final da tarde de ontem.Atualmente, a GM Argentina produz 250 unidades por dia, mas a partir de setembro esse número subirá para 390. O complexo industrial da General Motors em Rosario foi construído no final da década de 90 com capacidade instalada para 95 mil unidades anuais. Na Argentina, a GM fabrica os modelos Chevrolet Corsa Classic e Corsa II e os utilitários 4x4 Suzuki Grand Vitara que são exportados aos países do Mercosul, México e Chile.

Agencia Estado,

18 de agosto de 2006 | 09h33

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.