GM cai com anúncio de prejuízo US$ 2 bi maior em 2005

As ações da General Motors (GM) caíram mais de 4% nas operações realizadas na Europa, por conta do anúncio da companhia de que seu prejuízo em 2005 foi de US$ 10,6 bilhões, US$ 2 bilhões maior ao que havia anunciado antes. A perda equivale a US$ 18,69 por ação. Em nota divulgada ontem à noite, a montadora justificou que o ajuste foi provocado pela constatação de aumento de US$ 400 milhões nas despesas com reestruturação nas operações na América do Norte; elevação de US$ 1,3 bilhão na poupança constituída para cobrir possíveis despesas judiciais, relacionadas à entrada com pedido de concordata de sua ex-divisão de peças Delphi; e uma despesa de US$ 439 milhões relacionada à sua divisão financeira GMAC. A GM informou também que irá republicar os balanços de 2000 a 2004, para corrigir erros no registro de pagamentos e créditos recebidos de fornecedores. A SEC (CVM americana) vinha examinando esses números, mas a companhia não foi multada. Em conseqüência de tais ajustes, o lucro líquido da GM em 2000 será reduzido em US$ 20 milhões, o lucro de 2001 será elevado em US$ 78 milhões, o lucro de 2002 será reduzido em US$ 81 milhões, lucro de 2003 foi elevado em US$ 64 milhões e o lucro de 2005 aumentado em US$ 10 milhões. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.