GM pode paralisar fábricas no País por falta de peças importadas

A General Motors do Brasil pode paralisar as atividades de suas fábricas no País por causa da falta de peças importadas para a produção. Lotes de componentes vindos principalmente da Europa estão retidos nos portos em decorrência da greve dos fiscais da Receita Federal.Os modelos mais afetados são Vectra, Zafira e Astra, que têm índice maior de componentes trazidos do exterior. "Temos peças para operar até quarta-feira, depois disso, se nada mudar, teremos de parar", informou o presidente da montadora, Ray Young.O mesmo problema enfrenta a DaimlerChrysler, dona da marca Mercedes-Benz, que também só tem estoques de componentes importados para operar até amanhã. A montadora de caminhões e ônibus em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, já chegou a parar no dia 5, por meio período. A empresa só está operando esta semana porque conseguiu liberar uma carga de peças vindas da Alemanha às 20h30 de sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.