GM, Renault e Nissan desistem de negociar aliança

A General Motors Corp., a Renault SA e a Nissan Motor Co. confirmaram que concordaram em encerrar as discussões sobre uma possível aliança, desistindo de tentar fechar uma parceria.Em comunicado, a GM disse que as companhias reconhecem que sinergias "significativas" poderiam resultar de uma união, mas que "as partes não concordaram com o montante total de sinergias agregadas nem com a distribuição desses benefícios".A GM disse que havia proposto à Renault-Nissan que apresentasse uma compensação como parte de qualquer acordo, mas que as duas empresas concluíram que "a compensação seria contrária a qualquer aliança bem sucedida".O maior acionista individual da GM, Kirk Kerkorian, era um dos entusiastas da parceria. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.