Gol retira pedido de registro de oferta global de ações

Em um breve comunicado, a GOL Linhas Aéreas Inteligentes informa que retirou hoje o pedido de registro de oferta pública secundária e primária de ações preferenciais que havia apresentado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).Na metade de maio, pouco antes da deterioração do mercado de capitais, com a diminuição do fluxo de recursos financeiros que prejudicou a colocação de algumas ofertas de ações, a Gol anunciou a intenção de realizar uma distribuição primária de 2,5 milhões de papéis e uma oferta secundária de outros 10 milhões, de titularidade do Fundo de Investimento em Participações ASAS, um fundo detido pelos acionistas controladores da GOL. A empresa pretendia usar os recursos da oferta primária para financiar a aquisição de aeronaves, equipamentos e materiais. Em julho, em teleconferência sobre os números apresentados no balanço da empresa, o vice-presidente Financeiro da Gol, Richard Lark, afirmou que a companhia tinha a intenção de fazer a oferta, mas não no curto prazo.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2006 | 19h50

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.