Google atinge recorde e Dow Jones renova máxima

As ações da Google subiram mais de 4% e atingiram nível recorde de alta, a US$ 479,40, com volume igualmente relevante de negócios, de 7,3 milhões de ações transacionadas. Diariamente, a média de papéis da Google que trocam de mãos é de 5,7 milhões. O nível supera o recorde atingido em 11 de janeiro, a US$ 475,11 por ação. Os papéis da companhia vêm em alta desde a sexta-feira, na esteira do anúncio quinta-feira, depois do fechamento do mercado, de lucro e vendas maiores no terceiro trimestre. Os ganhos da companhia ajudam a manter as bolsas norte-americanas em território positivo. Mais cedo, o índice Dow Jones estabeleceu novo recorde de pontos, a 12.123,80 pontos, graças ao desempenho dos papéis da Wal-Mart. Às 13h44 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,995 para 12.121,80 pontos. O índice Nasdaq avançava 0,77% e o S7P 500 subia 0,62%. Os papéis da Wal-Mart reagiam ao anúncio dos planos da empresa para o próximo ano, para equalizar seus custos à expectativa de esfriamento das vendas e de aumento mais contido de seus lucros. O executivo financeiro da Wal-Mart, Tom Schoewe, afirmou que a companhia deve ter um crescimento com gastos com capital entre 2% e 4% no ano fiscal de 2008. Esse incremento é inferior ao crescimento de 15% a 20% dos gastos com capital feito este ano. A Wal-Mart deve ampliar a sua área para atendimento ao varejo em torno de 8% este ano, reduzindo a taxa de expansão para 7,5% no próximo ano. Mesmo assim, a Wal-Mart pretende acrescentar mais 600 novas lojas nos EUA e no exterior no próximo ano, sem considerar qualquer aquisição. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.